Potente despigmentante, o Ácido Kójico, inicialmente isolado do "koji" ou arroz maltado, no início de 1900, hoje é obtido também através da fermentação de alguns fungos. Inibe a atividade da tirosinase através da quelação do cobre presente na pele humana, inibindo a formação de melanina; também quela o ferro, que gera o envelhecimento crônico na pele. Produz efeitos na tonificação da pele, combate as manchas de idade, marcas de gravidez, sardas, assim como desordens da pele em geral, como pigmentação do rosto e do corpo. Este ativo é estável à luz e ao calor e não muda para o marrom ou amarelo ao longo do tempo. Solúvel em álcool, óleo mineral e ésteres. Pode ser associado a outros clareadores e protetores cutâneos como filtros solares, Arbutin e VC-PMG. Utilizado em concentrações de 1,0 a 5,0 %. Além do efeito despigmentante, o ácido kójico também atua como antisséptico e tem ação antioxidante, prevenindo o envelhecimento cutâneo. 

Conheça os benefícios: Ácido Kójico
1
Melasmas
É utilizado em tratamentos de manchas e melasma
2
Cicatrizes
Melhora a aparência das cicatrizes
3
Hiperpigmentação
Combate a hiperpigmentação na virilha e axilas
4
Antibacteriana
Tem ação antibacteriana, sendo eficaz no tratamento de cravos e espinhas
5
Rejuvenescedor
Combate o fotoenvelhecimento, Auxilia na redução de rugas e promove o rejuvenescimento facial.
Resultados na pele
  • Pele uniformizada
  • Pele rejuvenescida
  • Clareamento de manchas
  • Diminui a inflamação de acnes 
Referências

https://www.iberoquimica.com.br/

https://teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-24082017-112257/publico/Rosa_Fernanda_Ignacio_Doutorado.pdf

CARRINHO
CARREGANDO
Ajuda