Ganhe frete grátis - Faltam R$500,00

Glossário de princípios ativos cosméticos

Explore o nosso índice de ativos: um guia de A a Z com as principais informações sobre os ativos cosméticos encontrados em todos os produtos Tulípia.

Busca por ordem alfabética

Ácido Ascórbico Glicosado

O Ácido Ascórbico Glicosado, desenvolvida originalmente no Japão é uma vitamina C pura estabilizada com glicose que possui efeito prolongado. Quando utilizamos essa vitamina C, por estar estabilizada pode ser usada em grandes concentrações sem sofrer os danos da oxidação. Na pele, quando absorvido, uma enzima presente em nosso corpo (alpha-glucosidase) entra em contato com a Ácido Ascórbico Glicosado, quebra esta molécula de glicose e libera a vitamina C pura na pele. Esta inovação confere a certeza da utilização de um produto de qualidade, com 100% de aproveitamento da vitamina C. Podemos dizer também que é um excelente aliado à proteção da luz solar. Os radicais do oxigênio que são formados na pele durante a exposição à luz solar causam danos. A Vitamina C pura estabilizada com glicose é libera lentamente, que age como um “varredor” de radicais livres, reduzindo a inflamação e aspereza da pele danificada pelo excesso de raios UV.

continuar lendo

Ácido Cítrico - Citric Acid

O Ácido Cítrico é um alfa-hidroxiácido (AHA) encontrado tanto em plantas como animais. É mais comumente conhecido por estar presente em frutas cítricas, como o limão, laranja e maracujá. Inicialmente, era utilizado em cosméticos em pequenas quantidades para auxiliar equilibrar o pH dos produtos, evitando que eles se tornassem alcalinos, já que possui ação mais suave. Possui propriedade acidificante em produtos cosméticos e domissanitários, como por exemplo: cremes, géis, loções cremosas e tônicas, shampoos, condicionadores e outros produtos capilares. Na área dermatológica pode atuar como componente em peelings químicos, através de sua ação como alfahidroxiácidos. Sinergisa a ação de antioxidantes fenólicos como o butirato de hidroxianisol (BHA) e o butirato de hidroxitoluol (BHT). Por ser um ácido fraco, também é usado para ajustes de pH. Agente químico que induz a renovação celular e possui forte ação antioxidante. Os AHA's agem na epiderme, já que não possuem capacidade de atuar de forma mais profunda. Hoje, é muito utilizado em peelings no tratamento de acne, cicatrizes, melasmas, hiperpigmentações, vermelhidão, sinais de envelhecimento e seborre

continuar lendo

Ácido Ferúlico

O Ácido Ferúlico é uma substância fenólica natural, ativo que estabiliza a associação das vitaminas C e E por ser um potente antioxidante obtido de plantas, fornecendo hidrogênio para combater os radicais livres, e age como ativo reparador e estabilizador. Favorece também a ação fotoprotetora da associação dessas vitaminas reduzindo eritema UV-induzido. Reduz a formação de dímeros de timina gerados pela radiação ultravioleta e, finalmente, reduz a apoptose dos queratinócitos induzida pela radiação ultravioleta. Usado em formulações de filtros solares, produtos antienvelhecimento, cremes loções e géis. Como sequestrante, é utilizado em pH fisiológico . Utilizado na concentração de 2,0 %. Ele é um ativo que é muito utilizado de 3 formas: em dermocosméticos com função antioxidante, potencializando e complementando a proteção da pele,; associado à outros antioxidantes, como a Vitamina C e a vitamina E, atua como estabilizador; e pode ser usado em procedimentos estéticos como o peeling químico.

continuar lendo

Ácido Fítico

Miscível em água, em álcool 90% e glicerol. Solúvel em misturas aquosas de éter e álcool. Muito pouco solúvel em álcool absoluto e praticamente insolúvel em clorofórmio. Compatível com ácido glicólico, ácido kójico, ácido retinoico. Incompatível com VC-PMG, substâncias alcalinas, sais de cobre, ferro e Arbutin. Utilizado, também, como antioxidante, complexante, em produtos antienvelhecimento. Pode ser incor porado em géis, cremes e loções não iônicas. Não é agente de esfoliação. Geralmente é um produto bem tolerado, porém pode causar irritação, prurido e eritemas nas peles sensíveis. Utilizado em concentrações de 0,5 a 2,0%.

continuar lendo

Ácido Glicirrhízico

O Ácido Glicirrhízico é obtido do alcaçuz. Tem propriedades anti-inflamatórias e antialérgicas, semelhantes às dos corticoides. Em geral, suas ações são menos potentes que os anti-inflamatórios e antialérgicos, porém são mais duradouras. Tem ação para o tratamento de dermatites de contato e fotodermatites, para produtos cosméticos e em preparações antivermelhidão e antialergênicas. Também atua como coadjuvante para tratamento de despigmentação.

continuar lendo

Ácido Glicólico

Também chamado de ácido hidroxiacético, ácido hidroxietanoico ou AHA. Usado em cremes, loções e géis. Em consultório pode ser usado em concentrações de 30%, 50% e até 70% , de acordo com a resistência da pele e com a natureza da lesão a ser tratada, variando de 1 a 3 minutos o tempo de contato. Em pH 3,8 é um agente esfoliante e despigmentante. Em pH 6,0 o ácido glicólico torna-se um glicolato, um excelente agente hidratante. A medida que o pH aumenta, diminui a capacidade de renovação da pele. Utilizado em concentrações de 5,0 a 10,0% para uso diário. Comentários sobre o Ácido Glicólico Os alfa-hidróxiácidos (AHAs) constituem um grupo de substâncias normalmente encontradas em frutas e alimentos e, por isso, são conhecidos como ácidos de frutas. O ácido glicólico é o mais popular destes ácidos e é encontrado naturalmente na cana-de-açúcar. Outros ácidos deste grupo são: o ácido láctico encontrado no leite azedo; o ácido cítrico presente nas frutas cítricas; o tartárico, nas uvas; o málico e o mandélico, na maçã. O ácido glicólico possui a menor molécula e por isto é aquele que encontrou grande emprego na indústria cosmética. Outros ácidos da família dos AHA possuem também potencial para uso clínico: ácido acetil-mandélico, ácido metil-mandélico, ácido galacturônico, ácido tartárico. O ácido glicólico tem sido usado largamente no tratamento de diversas lesões da pele, por diminuir a coesão entre os corneócitos, por interferir na ligação iônica, degradando a proteína que une um corneócito a outro. Lesões, como a queratose seborreica, acne, verrugas vulgares e queratose actínica, têm sido tratadas com sucesso pelo ácido glicólico. Mais recentemente vem sendo usado no tratamento de rugas superficiais, médias e profundas, lentigos solares, sequelas de acne, manchas hipercrômicas de diversas etiologias (melasma, cloasma e manchas hipercrômicas pós-inflamatória), flacidez da pele, pele seca, estrias, manchas senis, ictiose e fases isoladas de algumas lesões de psoríase.

continuar lendo

Ácido Hialurônico

Confere aspecto aveludado, macio e possui ação hidratante por se tratar de uma substância altamente higroscópica, que mantém o equilíbrio natural da pele. Agente filmógeno de hidratação, atua contra a perda excessiva de água e ajuda a manter o equilíbrio natural da pele. O Ácido Hialurônico é um composto glicosaminoglicano, constituído de ácido glucorônico. Ele é encontrado naturalmente na pele, mas a medida em que vamos envelhecendo, vemos sua produção diminuindo. E é nesse processo de diminuição da produção de Ácido Hialurônico que surgem as rugas e linhas de expressão e a pele vai perdendo sua firmeza, se tornando cada vez mais flácida. E é por isso que ele é amplamente utilizado em dermocosméticos, pois ele auxilia na retenção de água da pele e na produção de colágeno. Promove também uma ação antienvelhecimento, combatendo os sinais da idade.

continuar lendo

Ácido Kójico

Potente despigmentante, o Ácido Kójico, inicialmente isolado do "koji" ou arroz maltado, no início de 1900, hoje é obtido também através da fermentação de alguns fungos. Inibe a atividade da tirosinase através da quelação do cobre presente na pele humana, inibindo a formação de melanina; também quela o ferro, que gera o envelhecimento crônico na pele. Produz efeitos na tonificação da pele, combate as manchas de idade, marcas de gravidez, sardas, assim como desordens da pele em geral, como pigmentação do rosto e do corpo. Este ativo é estável à luz e ao calor e não muda para o marrom ou amarelo ao longo do tempo. Solúvel em álcool, óleo mineral e ésteres. Pode ser associado a outros clareadores e protetores cutâneos como filtros solares, Arbutin e VC-PMG. Utilizado em concentrações de 1,0 a 5,0 %. Além do efeito despigmentante, o ácido kójico também atua como antisséptico e tem ação antioxidante, prevenindo o envelhecimento cutâneo. 

continuar lendo

Ácido Lactobiônico

E um ácido orgânico obtido a partir da oxidação química ou microbiana da lactose. Sua estrutura molecular e funcionalidade assemelham-se às da gluconolactona e outros ácidos (como ácido lático e glucárico). Conhecido como ácido galacto-glucônico, o ácido lactobiônico é composto por uma molécula de galactose unida à outra de gluconolactona (ou ácido glucônico) através de uma ligação semelhante ao éter. Presume-se que essas duas moléculas sejam enzimaticamente liberadas quando da aplicação tópica do ácido lactobiônico, vindo a exercer seus efeitos cosméticos separada e concomitantemente na pele. Possui ação antioxidante, hidratante, rejuvenescedora e cicatrizante. Usado em produtos antienvelhecimento, contra fotoenvelhecimento, hidratantes, rejuvenescedores, em produtos antiacneicos e para peles sensíveis. Utilizado em concentrações de 2,0 a 10,0%.

continuar lendo

Ácido Mandélico

O Ácido Mandélico é um alfa-hidroxiácido (AHA), que consiste na combinação entre ácido clorídrico com amêndoas amargas. Possui ação hidratante, clareadora, antibacteriana e fungicida, e por ser absorvido de forma mais lenta, é um aliado das peles mais sensíveis. Ação queratolítica ou esfoliativa, pela capacidade de reduzir a coesão entre os corneócitos, facilitando a descamação de células mortas, promovendo o turnover (estímulo da renovação da epiderme). Por ser um dos AHA ́S de maior peso molecular, o Ácido Mandélico favorece um efeito uniforme, o que também minimiza os transtornos comuns da aplicação de AHA’S sobre a pele, podendo ser utilizado em todos os fototipos. Ação benéfica nos tratamentos de acne devido à sua ação complementar antisséptica e cicatrizante e nos tratamentos de hiperpigmentação pela inibição da síntese da melanina. É um AHA mais suave, por isso é ideal para o tratamento de peles secas e intolerantes ao ácido glicólico. É usado em cremes diários em concentrações de 2 a 10% e em peelings com concentração de 20 a 50%.

continuar lendo

Ácido Salicílico

Melhora a textura da pele, por atuar como esfoliante na superfície do tecido e dentro dos poros, sem provocar irritação cutânea elevada. Melhora a aparência de peles envelhecidas. Sua ação esfoliante superior pode ser atribuída à sua solubilidade em óleos ou em lipídeos e se concentra nas camadas mais externas da pele, ricas em lipídeos, favorecendo a remoção das células mortas, refinando a textura da pele. Indicado também para peles acneicas pela ação efetiva na redução da formação da acne e comedões. Pode ter ação antifúngica e possui ação antisséptica moderada.

continuar lendo

Ácido Tranexâmico

Ativo que tem sido estudado como alternativa para o tratamento do melasma. Estudos recentes revelaram que seu uso tópico previne a pigmentação induzida por radiação ultravioleta em cobaias e que seu uso intradérmico e intralesional produz clareamento rápido. Ácido tranexámico mostrou uma redução da atividade da tirosinase, enzima chave da síntese de melanina, e desta forma tem sido indicado com sucesso em tratamentos de melasma (manchas da pele). Sugere-se a aplicação do produto duas vezes ao dia com aplicação conjunta de filtro solar. Utilizado em concentrações de 0,4 a 3,0 %.

continuar lendo

Adipo-Trap®

Este ativo é extraído da Drosera ramentacea, uma planta carnívora que produz uma secreção adesiva na ponta de seus tentáculos, a qual é formada por uma mucilagem de polissacarídeo ácido de alto peso molecular (D- ácido glucorônico e D-manose, essencialmente). Estes compostos mostraram em estudos in vitro serem capazes de dar sustentação e também agem como reparador nos tecidos. Sua ação anti-inflamatória se deve à presença de ácidos fenólicos e flavonoides. Ainda, esses estudos indicaram a redução do acúmulo de gordura durante a adipogênese e a redução do tamanho do adipócito com efeito de lipólise. Os ensaios clínicos mostraram efeito emagrecedor e remodelador, como redução de 1,4 cm de circunferência da coxa, ação sobre a celulite e redução da dor relacionada à celulite em duas semanas. Indicado para redução da celulite e dor associada a ela; como remodelador e emagrecedor. Usado em cremes, emulsões, loções e géis. Utilizado em concentrações de 3,0 a 5,0%.

continuar lendo

Adipol

É um produto que contém extrato vegetal de Hera (Hedera helix), com ação cicatrizante e anti-inflamatória, extrato de bile, com ação tensoativa e lipolitica, e éster polioxi-etilenoglicol que facilita a penetração dos outros constituintes. O extrato de bile é composto principalmente pelo ácido cólico, ácido taurocílico, pigmentos, lecitina, mucina, ácidos graxos neutros, nucleoproteínas, fosfatídeos, sais de cobre, ferro, magnésio, potássio e cálcio. O extrato de Hera é rico em flavonoides (rutina e kaempferol), taninos, ácidos orgânicos, saponinas (hederina e hederacosídeo). O éster tartárico de polioxietilenoglicol é um veículo de grande compatibilidade com os tecidos, e possui propriedades tensoativas adequadas para o tratamento de diposidades e regiões comprometidas por congestionamento de fluidos. Normalmente, este ativo, é associado ao Celulinol e Nicotinato de Metila. Usado em cremes, loções ou géis. Utilizado em concentra ções de 3,0 a 10,0%.

continuar lendo

Água Thermal™ H2OS

A Água Thermal cosmética é classificada como a primeira água das Américas e a segunda do mundo em teor de enxofre. A Água Thermal™ H2OS é classificada como: água hipotermal, hipotônica, fortemente alcalina, cloretada, bicarbonatada, boratada, fortemente sulfídrica e tiosulfurosa sódica. Uma composição única e perfeitamente adaptada às peles sensíveis. A água da Fonte Juventude pertence ao grupo das águas clorosulfurosas, do tipo das fontes de Uriage e Saint-Honoré, na França, de Aix-la-Chapelle, na Alemanha, e de Sirmione e Tabiano, na Itália.⁣ ⁣ Propriedades da Água Thermal™ H2OS⁣ ⁣ Na pele a Água Thermal™ H2OS Cosmética:⁣ ⁣ - Limpa e Higieniza: dissolve e auxilia a remoção de sujeiras, suor, odores, gorduras, poeiras. Ação desinfetante, adstringente e antisséptica.⁣ ⁣ - Refresca e Desperta: Proporciona imediata sensação de frescor, alívio e bem estar. Reduz o cansaço, influenciando sensivelmente o ânimo e vitalidade.⁣ ⁣ - Hidrata: O uso de H2OS aumenta a umidade relativa do ar na área de contato, possibilitando a epiderme reter e fixar a água normalmente perdida devido aos desequilíbrios do estilo de vida moderno ou condições agressivas do meio ambiente.⁣ ⁣ - Acalma e Relaxa: extraordinário efeito calmante a Água Thermal™ H2OS é muito útil para o cuidado diário das peles frágeis e sensíveis. Com a presença de oligoelementos, altamente requisitados pela indústria do “SPA”, como o Lítio, o Bromo, Boro, Silício e suas complexas combinações com minerais, acalmam irritações e coceiras quando aplicada sob a forma de compressas, vaporizações ou nebulizações.⁣ ⁣ - Tonifica e Nutre: Tonifica sem causar desidratação da pele. Elimina as toxinas resultantes da queima das células cutâneas. Ilumina as feições faciais, após limpeza da pele.⁣ ⁣ - Protege e Embeleza: Após sua evaporação, cristaliza-se uma fina camada de sais minerais que impedem a penetração de poeira nos poros. Apresenta ação antioleosidade, antiacne, fluidificante, antirradicais livres e redutora da secreção sebácea. Por sua comprovada ação antisséptica e anti-inflamatória (propriedades exclusivamente também encontradas na água do mar, contudo, esta é 15 vezes menos salina, evitando ressecamento, irritação e a sensação de pegajosa como a água marinha), é dermatologicamente recomendada para higiene facial e corporal; garantia da pureza, atoxidade e contaminação, ação bactericida do enxofre. Umidifica aumentando a elasticidade da pele, sua maciez e suavidade; com consequente melhoria em seu aspecto visual deixando-a mais “esticada ou viva”. Diminui inchaços. Reduz efeitos adversos, pelo uso de ácido retinóico.⁣ ⁣ - Preserva e Regenera: Minimiza os efeitos de manchas e queimaduras provocadas pele sol. Antioxidante e antirradicais livres. Sua aplicação em spray facilita e permite a renovação e absorção de importantes gases como o oxigênio. Potencializa a formação de queratina (importante proteína encontrada na pele, unha e cabelo). Estimula a reposição do colágeno e elastina.⁣ ⁣ Preservative free ⁣ 100% natural ⁣ Ação dermatológica comprovada

continuar lendo

Argila Amarela

A Argila Amarela é rica em dióxido de silício e silício, que é o elemento catalisador para formação da base de colágeno da pele, por isso é indicada para o rejuvenescimento e tratamentos cosméticos. Tem alta capacidade de troca de cátions e ânions. Combate e retarda o envelhecimento cutâneo, nutre com seus sais minerais necessários para um tecido mais rígido e saudável sem deixá-lo ressecado. Tem ótimo efeito tensor e melhora a circulação sanguínea. Possui papel fundamental na reconstituição dos tecidos cutâneos e na defesa do tecido conjuntivo. Tem ações hemostática, purificante, adstringente e remineralizante. Tem efeito hidratante na pele e reduz as inflamações. Também tem ação na elasticidade da pele atuando na flacidez cutânea. Utilizada a concentrações de 10,0 a 40,0% em máscaras.

continuar lendo

Argila Branca

Desde a antiguidade a argila já utilizada com fins terapêuticos e estéticos pelos egípcios e os gregos, que aplicavam a argila para a limpeza da pele. Cleópatra, conhecida como a antiga deusa egípcia, utilizava máscaras de argila para conservar e destacar a pele do rosto. Ou seja, os benefícios da argila já são conhecidos há tempos. A Argila Branca, ou Caulim, é uma argila primária composta de silicato de alumínio hidratado resultante da alteração de rochas lavadas pela chuva. Possui um pH muito próximo ao da pele, e seus principais benefícios são: clarear, absorver oleosidade sem desidratar, suavizar, cicatrizar e catalisar reações metabólicas do organismo. É indicada para o tratamento de manchas, peles sensíveis e delicadas. É a mais leve de todas as argilas e possui propriedades cicatrizantes, em virtude da elevada porcentagem de alumínio presente em sua composição. É a menos absorvente sendo indicada para produtos para peles sensíveis e também usada em máscaras faciais, loções e shampoos para cabelos secos. A Argila Branca contém diversos oligoelementos. Entre os minerais encontrados, destacam-se os de silício (na pele é um componente dos aminoácidos na proteína da pele) que reduzem as inflamações e têm ações purificante, adstringente e remineralizante, efeito antisséptico e cicatrizante. É rica em nutrientes como ferro, alumínio, boro, potássio, cálcio e enxofre. É um ingrediente com alto grau de hidratação e antixoxidantes. Essa argila ajuda a eliminar as toxinas da superficie da pele e ativa a regeneração celular. Seus nutrientes combatem os radicais livres, ativam a regeneração celular e fortalecem o tônus da pele. É indicada nos cuidados com a gordura localizada e celulite. Depois de anos no esquecimento, as argilas começaram a ser usadas novamente, desta vez para o clareamento cutâneo. Utilizada a concentrações de 10,0 a 40,0% em máscaras.

continuar lendo

Argila Preta

A Argila Preta, ou Lama Negra, é considerada um material muito nobre. Raramente encontrada tão pura. Este material é retirado de uma profundidade maior que quatro metros. Em virtude de seu alto teor de alumínio e silício e baixo percentual de ferro, pode ser usada tanto para cosmética como para tratamento de doenças. Seu teor de titânio agrupado com elevados percentuais de alumínio e silício indica um material com excelente agente rejuvenescedor. Tem ação anti-inflamatória, antiartrósica, absorvente, antitumoral e antiestresse. Melhora a circulação sanguínea periférica favorecendo a reprodução celular. Argila de composição rica e diferenciada em sais minerais e oligoelementos. São eles: silicato de alumínio e de magnésio, carbonato de cálcio e de magnésio, óxido de silício, de zinco e de ferro e enxofre. Tem atividades estimulante, antitóxica, nutriente (oligoelementos), antisséptica, redutora e adstringente. E mais indicada para tratamentos corporais, pois ativa a microcirculação sanguínea. Utilizada a concentrações de 10,0 a 40,0% em máscaras.

continuar lendo

Argila Rosa

Ideal para peles cansadas e sem viço, vitalizando-as. Devolve a luminosidade natural da pele, aumenta a circulação, absorve toxinas e hidrata a pele. A Argila Rosa é a mais suave de todas as argilas. É a mistura das Argilas Branca e Vermelha. É indicada para peles sensíveis, delicadas, com vasinhos e rosácea, pois possui ações desinfetante, suavizante e emoliente. Tem propriedades cicatrizantes e suavizantes. Por ser extremamente suave, pode ser usada todos os dias sem ressecar a pele. É recomendada para peles desidratadas e delicadas. Auxilia na queima e na drenagem de celulite e gorduras localizadas. A Argila Rosa, além dos beneficios da Argila Branca, possui grande poder tensor, indicada nos tratamentos de flacidez tissular, combate à desestruturação do tecido conjuntivo em virtude dos sinais de envelhecimento, reidrata a pele e combate os radicais livres. Utilizada a concentrações de 10,0 a 40,0% em máscaras.

continuar lendo

Argila Verde

A Argla Verde, ou Montemolinorita, é de origem francesa. Sua coloração deve-se à presenca de óxido de ferro associado ao magnésio, cálcio, potássio, manganês, fósforo, zinco, alumínio, silício, cobre selênio, cobalto e molibdênio. De pH neutro, possui ação absorvente, combate edemas, é secativa, emoliente, antisséptica, bactericida, analgésica e cicatrizante, indicada para as peles oleosas e acneicas e em produtos para cabelos oleosos. Utilizada a concentrações de 10,0 a 40,0% em máscaras.

continuar lendo
CARRINHO
CARREGANDO...
Ajuda