Dicas de Estética

DESVENDANDO A VITAMINA C: Tudo o que você precisa saber sobre esse ativo

Como é o processo da Vitamina C em nosso organismo? Retire essas e outras dúvidas em nosso Blog.

DESVENDANDO A VITAMINA C: Tudo o que você precisa saber sobre esse ativo

 DESVENDANDO A VITAMINA C

Tudo o que você precisa saber sobre esse ativo


            Para entendermos a importância do ácido ascórbico (vitamina C) na saúde humana, precisamos conhecer o conceito de vitamina. Mas antes de enveredarmos pelo conceito clássico dessa classe de moléculas, é preciso lembrar que a vida é organizada em um plano molecular harmônico, em que as substâncias que a constituem funcionam em equilíbrio. De posse dessa informação, a definição de vitaminas toma uma proporção incrível, uma vez que elas são moléculas orgânicas necessárias ao correto funcionamento do metabolismo dos animais, portanto, do nosso também. 

            Em geral, nosso organismo não é capaz de produzir a maior parte das vitaminas que necessitamos, e quando as produzimos, normalmente fazemos em quantidades inadequadas para atender as funções vitais. No entanto, a natureza, sabiamente atuando em um equilíbrio perfeito, nos proporciona fontes apreciáveis dessa classe de moléculas através da nossa dieta.

            Especificamente a vitamina C, é sintetizada principalmente pelas plantas através da síntese molecular efetuada pela enzima L-glucono-gamma lactona oxidase, a partir da glicose. Essa molécula exerce funções variadas no nosso organismo: ela participa ativamente em processos antioxidantes e atua como facilitadora de absorção de ferro. Mas além desses papéis importantíssimos, o ácido ascórbico atua como cofator enzimático nos processos de formação do colágeno, da carnitina, de hormônios e aminoácidos.

            Quando pensamos na saúde e juventude da pele, o protagonismo da vitamina C está associado à síntese de colágeno e à ação antioxidante protetiva contra os danos provocados pela radiação ultravioleta (UV). Portanto, quando a intenção é promover cuidados dermatológicos no que diz respeito à proteção, clareamento e rejuvenescimento da pele, a suplementação com ácido ascórbico é imprescindível.

            Uma pergunta que pode ocorrer é: se a saúde da pele está associada à presença de vitamina C, então tomar suco de laranja todos os dias é o elixir da juventude?

            Isso não é verdade: a via oral de administração não fornece uma fonte abundante de ácido ascórbico para estruturas como a pele. Em vez disso, a única via que pode fornecer uma fonte de ácido ascórbico, satisfatoriamente para a pele, é a via tópica. Nesse sentido, as formulações carreadoras, ou seja, cosméticos ricos em vitamina C, são veículos importantes para o cuidado com a pele. 

            O ácido ascórbico está presente em muitas formulações cosméticas. Pode ser usado sozinho ou em combinação com outros compostos ativos. No passado, os primeiros produtos de ácido ascórbico continham apenas a forma ativa do ácido, no entanto essas formulações geralmente ficavam amarelas devido a oxidação do ácido ascórbico formado após uma exposição ao ar. Com os avanços tecnológicos, formulações combinadas e utilizando nanotecnologia, estas puderam melhorar a estabilidade e biodisponibilidade da vitamina C nos produtos.

            As formulações de cremes, séruns e até emulsões contendo ácido ascórbico, enfrentam desafios impostos pelas características físico-químicas dessa substância. Como a vitamina C é uma molécula hidrossolúvel, ou seja, solúvel em água, instável na presença de oxigênio, sua penetração na pele é pobre devido à natureza hidrofóbica da camada epitelial2.

            Para uma ótima penetração na barreira da epiderme as formulações aquosas de ácido ascórbico devem estar a um pH abaixo do pKa (4,2) que é o do ácido ascórbico em si. Uma solução para aumentar a penetração da vitamina C é a adição de ácido ferrúlico à formulação, permitindo assim, a estabilização da molécula como uma redução para um pH inferior a 3,5.

            Outra estratégia interessante para aumentar a estabilidade do ácido ascórbico e garantir maior permeabilidade na pele, é o nano encapsulamento. Partículas na ordem de nanômetros (10-9 m) são pequenas o suficiente para penetrarem nas superfícies mais externas da pele e conseguirem liberar os ativos nas porções intersticiais mais internas. Assim é possível garantir a liberação eficiente do princípio ativo e protegê-lo de processos de degradação. 

            A instabilidade do ácido ascórbico também pode ser corrigida através de formulações com os derivados moleculares mais estáveis como, 6-palmitato de ascorbil, ascorbato de tetra-isopalmitoil, ascorbil de magnésio fosfato, ascorbil fosfato de sódio, ascorbil 2-fosfato-6-palmitato, o ácido ascórbico glicosilado, entre outras. Essas configurações mais hidrofóbicas possuem maior afinidade química ao tecido epitelial e conseguem maior interação, portanto, penetração na derme e epiderme. 

            Toda a maquinaria molecular proveniente do desenvolvimento tecnológico pode nos proporcionar resultados incríveis e muito satisfatórios se os utilizarmos adequadamente. O cuidado com pele utilizando produtos bem formulados e de alto padrão de qualidade garantem a biossegurança e biodisponibilidades capazes de promover saúde e bem estar. 

            As fontes naturais de vitamina C estão disponíveis na natureza, para que possamos consumir e manter o equilíbrio bioquímico necessário à manutenção da vida. Mas o domínio científico e tecnológico dessa substância nos trouxe inúmeras possibilidades de promover a saúde a patamares muito mais elevados, principalmente quando falamos em saúde da pele. 


 

 

1          Pullar, J. M., Carr, A. C. & Vissers, M. C. M. The Roles of Vitamin C in Skin Health. Nutrients9, 866, doi:10.3390/nu9080866 (2017).

2          Iliopoulos, F., Sil, B. C., Moore, D. J., Lucas, R. A. & Lane, M. E. 3-O-ethyl-l-ascorbic acid: Characterisation and investigation of single solvent systems for delivery to the skin. International Journal of Pharmaceutics: X1, 100025, doi:https://doi.org/10.1016/j.ijpx.2019.100025 (2019).

3          Lane, M. E. Skin penetration enhancers. International Journal of Pharmaceutics447, 12-21, doi:https://doi.org/10.1016/j.ijpharm.2013.02.040 (2013).


CARRINHO
CARREGANDO
Ajuda