Ganhe frete grátis - Faltam R$500,00
O que é Peeling? Tudo que você precisa saber

Dicas de Estética

O que é Peeling? Tudo que você precisa saber

O Peeling estimula a renovação da superfície da pele através de processo inflamatório. Pode ser químico, físico ou a laser, saiba como escolher o ideal.

imagem do author

Amanda Lôbo

Atualizado há 2 semanas • 4 min de leitura

Em termos simples, o Peeling nada mais é que um procedimento estético que esfolia e estimula a renovação das camadas superficiais da epiderme através de um processo inflamatório. Muito utilizado para clareamento da pele, esse procedimento pode ser realizado através de substâncias químicas, métodos físicos, técnicas mecânicas ou a laser.

Você fez ou pretende fazer um peeling? Confira tudo que você precisa saber!

Benefícios do Peeling

  • Reduz rugas e linhas de expressão;
  • Clareia manchas de sol e trata melasma;
  • É indolor e seguro;
  • Controla a oleosidade;
  • Diminui as cicatrizes da acne;
  • Recupera a maciez da pele.

E como funciona o peeling? 

Antes de aprofundar nos tipos de peeling para saber escolher o ideal, é preciso entender o que é o processo inflamatório da pele causado por esse procedimento. 

A inflamação é causada pela reação das células do epitélio, tecido responsável pela proteção e absorção superficial da pele, à ação dos princípios ativos presentes no peeling: Ácido Kójico, Alpha-Arbutin, Ácido Cítrico-Citric Acid e Ácido Mandélico. É essa reação que causa o efeito posterior correspondente à “sensação de pele descamando”.

A esfoliação posterior irá retirar as células mortas para que os fibroblastos, células responsáveis pelo processo de cicatrização, possam aumentar a produção de colágeno, como explica muito bem a dermatologista Dr.ª Vanessa Kodani, especialista em medicina psicointegrativa e dermatologia, e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD): 

A região submetida ao peeling sofre um processo inflamatório agudo, por isso há desconforto, vermelhidão e calor local. Após, há uma cicatrização da área lesionada, mobilizando fibroblastos para formação de novo colágeno e formando novos vasos sanguíneos, acarretando em uma nova pele.²

Por isso, se você se pergunta: o peeling faz bem para a pele? A resposta é sim! Desde que realizado por um profissional especializado.

Pré-peeling: preparando a pele

Para todo bom procedimento estético é necessária uma preparação impecável da pele! No caso do peeling, que segue um protocolo bastante abrasivo, não deve ser diferente. 

Os cuidados pré-peeling devem ocorrer com antecedência e envolvem limpeza e redução da oleosidade obtidas através de produtos que vão garantir os melhores resultados pós-peeling e minimizar os efeitos colaterais indesejáveis, como bem explica a Dr.ª Carolina Reato Marçon - Dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD):

Estes cuidados permitem que a técnica proporcione melhores resultados e ajuda a evitar efeitos indesejáveis, como pigmentação pós-peeling ou queimaduras.³

Para garantir o protocolo ideal que irá preparar com eficácia a pele para receber o peeling, a escolha de produtos desenvolvidos especificamente para essa função será um fator enorme de diferenciação para maximização dos resultados do seu procedimento.

Imagem do Kit Pré Peeling da Tulípia

Qual o melhor protocolo?

Existe um mantra no universo dos dermocosméticos que é: para cada tipo de pele, um procedimento ideal. Por isso, o melhor protocolo de peeling é aquele compatível com o seu tipo de pele e as condições em que ela se encontra. 

O peeling é indicado para todas as idades e tipos de pele, mas vale ressaltar que você deve sempre consultar um profissional de estética para que, a partir de uma anamnese profunda, exame que analisa o biotipo e a condição da pele, ele entenda as peculiaridades da sua pele.

Entre os tipos de peeling mais populares estão: peeling químico, peeling físico com cristal ou diamante (também conhecido como microdermoabrasão), e peeling a laser.

Independente do tipo escolhido, certifique-se de que os produtos utilizados no peeling seguem um protocolo recomendado por profissionais especializados e que possuem tecnologia capaz de garantir os resultados esperados.

Imagem do Peeling Gel da Tulípia

Pós-peeling: clareamento e proteção

Após o Peeling, a pele fica extremamente sensível, por isso, um protocolo com foco total em cuidados pós-peeling é essencial para garantir a eficácia máxima dos efeitos desejados com o procedimento: a regeneração, a hidratação e principalmente a proteção da pele. 

O ideal e recomendado é utilizar dermocosméticos que contenham ativos que regeneram a pele, atenuando os efeitos colaterais do processo inflamatório; que contenham princípios clareadores, para nutrir a pele recém-formada; e que contenham fatores de proteção contra a luz solar.

Imagem do Hidrasol Fotoprotetor Facial FPS60 da Tulípia

Atenção aos cuidados com o peeling

Para você que quer experimentar o peeling, alertamos que assim como todo procedimento estético o peeling tem seus riscos, entre eles: manchas, infecções, queimaduras e cicatrizes. 

Além disso, nem todo profissional é capacitado para realizar o peeling, então tenha certeza de que você está "nas mãos" de alguém qualificado e que sabe o que faz. Apostar em profissionais especializados vai te garantir a melhor eficácia possível do procedimento e evitar complicações.

Para você que é profissional da estética, os principais erros na hora de realizar o procedimento são relacionados à escolha dos produtos e ao manuseio correto deles. Certifique-se de que eles são dermocosméticos autorizados pela ANVISA e possuem protocolos de aplicação. Além disso, realize a avaliação da pele dos seus pacientes - preparamos a Ficha de Anamnese completa para você - faça o teste de alergia nos seus pacientes e não deixe de prestar o suporte pós-peeling.

Quer dominar a técnica do peeling?

Acesse o curso gratuito para profissionais: Protocolo Peeling Químico no Tulípia Academy.

REFERÊNCIAS

1. SBD, Sociedade Brasileira de Dermatologia. Peeling Físico. O que é? Disponível em: https://www.sbd.org.br/dermatologia/pele/procedimentos/peeling-fisico/20/ 

2. KODANI, Vanessa. Como é o processo de recuperação da pele após um peeling?. Disponível em: https://cuidadospelavida.com.br/pele-e-beleza/cuidados-com-a-pele/processo-recuperacao-pele-apos-peeling 

3. MARÇON, Carolina Reato. Como preparar a sua pele para o peeling químico?. Disponível em: https://www.dermaclub.com.br/blog/noticia/como-preparar-a-sua-pele-para-o-peeling-quimico-cuidados-o-que-evitar-antes-do-procedimento_a9233/1 

4. RAMOS, Tatiane Rodrigues. Validação de metodologias analíticas para determinação quantitativa de princípios ativos em formulações farmacêuticas empregadas para “peelings” químicos. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-13052009-163752/publico/TatianeRRamos_Mestrado.pdf 


Produtos Relacionados

Comentários

Seja o primeiro a comentar nosso blog.
CARRINHO
CARREGANDO...
Ajuda