Ganhe frete grátis - Faltam R$500,00
Colágeno: descubra porque você precisa dele na sua rotina

Dicas de Estética

Colágeno: descubra porque você precisa dele na sua rotina

Confira tudo que você precisa saber sobre o colágeno, essa substância que proporciona benefícios incríveis para a pele, corpo, unhas e cabelos.

imagem do author

Amanda Lôbo

Atualizado há 3 semanas • 4 min de leitura

Não é de hoje que o assunto "colágeno" é levantado no universo da estética e da beleza. O problema é que em meio a tantos produtos que fazem falsas promessas de resultados, as pessoas acabam por desacreditar dos benefícios dessa substância. E mais, desconhecem a fundo os verdadeiros motivos da importância da reposição no organismo. Então, confira esse conteúdo para entender tudo sobre o colágeno.

Afinal, o que é colágeno? 

O colágeno é uma das proteínas mais abundantes no nosso corpo, representa 70% de toda a proteína presente na pele e 30% do total de proteínas encontradas no corpo. Produzida naturalmente pelo organismo, essa substância funciona como estrutura para construção de tecidos e fibras. 

Como uma proteína estrutural, o colágeno é responsável por garantir resistência e força para os tecidos, além de reforçar tendões, auxiliar na sustentação de órgãos, fortalecer ligamentos e até mesmo participar da estrutura de dentes e ossos. Ou seja, ele é uma substância completa, multifuncional, benéfica e essencial ao corpo

O colágeno na pele 

Existem mais de 20 tipos de colágeno classificados conforme a área em que estão presentes no nosso corpo. O tipo 1 é o mais presente no organismo, auxilia na formação dos ossos, tendões, veias, córneas, pele e outros tecidos conjuntivos. 

O tipo 3 também possui relevância na manutenção da firmeza da pele, contribuindo para a formação de células que dão suporte à estrutura de artérias, órgãos e músculos, podendo até mesmo ser encontrado no útero. 

Na pele, em específico, o colágeno é responsável por estruturar, firmar, garantir elasticidade e manter a pele rejuvenescida por mais tempo, com aspecto saudável, e jovem. O mesmo efeito é possível observar nas unhas, que permanecem fortes e menos quebradiças. Já nos cabelos, o colágeno revitaliza o couro cabeludo, reduz a queda e conserva a saúde dos fios. 

A importância da prevenção e da reposição 

Infelizmente, após os 25 anos, a produção natural de colágeno diminui consideravelmente na estimativa de 1% ao ano assim que se inicia o processo da menopausa, mas existem casos em que a queda é ainda maior, podendo chegar a 30%.

Com a carência de colágeno, a pele tem sua capacidade de renovação celular consideravelmente reduzida e adquire certa flacidez, fica mais propensa ao aparecimento de rugas e linhas de expressão, demonstra menos regularidade e uniformidade no contorno e na textura e perde a elasticidade.

Da mesma forma ocorre no corpo: as fibras e cartilagens se enfraquecem e ganham flacidez, os cabelos ficam mais fracos e quebradiços, assim como as unhas.

Esses efeitos geralmente são notados a longo prazo, fazendo com que a prevenção seja deixada de lado e a busca pela reposição seja feita somente quando as consequências estão mais aparentes. 

A boa notícia é que é possível se prevenir e repor essa substância no corpo de forma natural, através da ingestão de alimentos com vitamina A, presente em vegetais de cor verde, vermelha, laranja ou amarela; enxofre, encontrado em ovos, pepino e alho; ômega 3, presente em peixes, chia, abacate e linhaça; licopeno, encontrado na beterraba, no tomate e na melancia; e lisina, presente em carnes, ovos, aves e tofu.

Colágeno em cosméticos

Os alimentos podem ser grandes aliados na reposição de colágeno de forma natural, mas são os cosméticos que realmente demonstram sucesso nessa missão. Ainda que a diversidade deles seja tão variada a ponto de desconfiarmos dos resultados que algumas fórmulas prometem, alguns podem ser verdadeiramente eficazes. É preciso saber escolher e conhecer a procedência desses produtos.

Os cosméticos tópicos geralmente são para tratamentos mais superficiais e têm seus resultados comprovados quando formulados a partir de tecnologia de ponta, utilizados na frequência indicada e da forma correta. 

Ativos como ácido glicólico, ácido hialurônico, vitamina E, niacinamida e vitamina C, são grandes aliados no aumento da síntese de colágeno, isto é, estimulam o organismo a produzir essa substância, ativando os genes que participam da formação dessa proteína.

Outra opção são os nutricosméticos, que são alvo de muita desconfiança quanto à eficiência, mas que, se formulados corretamente, podem oferecer resultados visíveis, como os desenvolvidos com a tecnologia Verisol®.

A tecnologia Verisol® consiste em peptídeos bioativos de colágeno, única específica para a pele e com eficácia comprovada pela ANVISA, que estimula as próprias células da pele a produzirem colágeno de forma eficiente, atuando na melhora da elasticidade e na redução de rugas, com comprovação científica de resultados. Vale a pena conhecer melhor o Verisol® e você pode fazer isso clicando aqui

Referências

GANCEVICIENE, Ruta and others. Skin anti-aging strategies. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3583892/. Acesso em abr.2022.

FARIA, José Carlos e outros. Envelhecimento da pele e colágeno. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/lil-154413. Acesso em abr.2022.

FRANZEN, Jaqueline Maisa. Colágeno: uma abordagem para a estética. Disponível em: https://periodicos.uniarp.edu.br/index.php/ries/article/view/161. Acesso em abr.2022.

SILVA, Tatiane Ferreira da. PENNA, Ana Lúcia Barretto. Colágeno: características químicas e propriedades funcionais. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/122273c. Acesso em abr.2022.

GERMANO, Maria da Conceição Matos. Colágeno e os benefícios para a pele. Disponível em: http://reservas.fcrs.edu.br/index.php/mostracientificafarmacia/article/view/1226. Acesso em abr.2022.

Produtos Relacionados

Comentários

Seja o primeiro a comentar nosso blog.
CARRINHO
CARREGANDO...
Ajuda