Ganhe frete grátis - Faltam R$500,00

Glossário de princípios ativos cosméticos

Explore o nosso índice de ativos: um guia de A a Z com as principais informações sobre os ativos cosméticos encontrados em todos os produtos Tulípia.

Busca por ordem alfabética

Pesquise seu ativo

Macadâmia

A Macadâmia é um triglicerídeo composto de aproximadamente 80% de ácidos graxos monoinsaturados, único óleo de origem vegetal que apresenta cerca de 22% de ácido palmitoleico. Também estão presentes neste óleo os ácidos oléico, linoléico, palmítico, esteárico, mirístico, entre outros. À medida que envelhecemos, a quantidade de ácido palmitoléico da pele, aparentemente diminui. O Óleo de Macadâmia ajuda a repor esta substância na pele amadurecida. Devido a sua composição rica em ácidos graxos, possui destacada atividade hidratante, regeneradora e protetora contra os radicais livres. É indicado para obtenção de hidratação profunda e prolongada. Além de sua aplicação nos cuidados da pele, tem especial utilidade para fortalecimento e regeneração dos cabelos ressecados e sem brilho, fortalece o fio, lubrificando-os e mantendo-os hidratados.

continuar lendo

Malaquita

Rico em cobre com uma ação protetora forte, ele mostra a atividade de eliminação de radicais contra superóxido, bem como uma ação desintoxicante. Ela é não foto-tóxica e combate o estresse diário, atuando como um ingrediente pós-sol. O Extrato de Malaquita é um extrato obtido por trituração da pedra, em seguida, dissolvido por ácido clorídrico e com a neutralização com bicarbonato de sódio. O extrato de Malaquita procura radicais livres e os atacam e por isso é um antioxidante. Oferecendo atividade protetora, o extrato precioso luta contra ambos os estressores: internos e externos. A Malaquita revela efeitos enrijecimento e lifting. Enquanto combate estresse diário, a formulação acalma e reduz a tensão muscular, resultando em menos rugas.

continuar lendo

Matrixyl™

Contém as matrikinas Pal-GHK e Pal-GQPR que agem sinergicamente para reparar os danos do envelhecimento cutâneo. Contém matrikinas, que são mensageiras da reestruturação e do reparo cutâneo. Elas ativam a neossínte das macromoléculas da matriz extracelular, proporcionando uma eficácia visível antirrugas. As matrikinas são mensageiras peptídicas, capazes de regular as atividades celulares pela interação com seus receptores específicos. Ativam determinados genes envolvidos no processo de renovação da matriz extracelular e a proliferação celular. Estes mecanismos tornam-se cada vez mais fracos com a idade. Usado em produtos antirrugas e antienvelhecimento. Solúvel em água . Utilizado na concentração de 3,0 %.

continuar lendo

Mica

As micas possuem os seguintes componentes: - Mica-Dourada: dióxido de titânio (TiO²) e cassiterita (SnO²); - Mica-Bronze: óxido de ferro (Fe²O³), mica e dióxido de titânio (TiO²); - Mica Vinho: mica, óxido de ferro (Fe²O³) e dióxido de titânio (TiO²); - Mica-Rosa: mica, dióxido de titanio (TiO²) e carmine. As micas são pigmentos perolados disponíveis nas cores vinho, bronze, dourada e prata. Sua função é deixar o produto cosmético com brilho e efeito colorido. As micas não são solúveis, são dispersíveis, assim em formulações como shampoo e sabonetes líquidos, é necessário o uso de agentes suspensores. Já em formulações como cremes, géis, gloss, loções e condicionadores esses agentes não são necessários. Usadas, especialmente, a prata e a dourada, como potencializadoras dos agentes perolizantes em shampoos e sabonetes líquidos, intensificando o brilho. As micas podem ser adicionadas no final da formulação diretamente, sem prévia dispersão. Quando a intenção é somente dar cor ao produto, a concentração indicada é 0,5 a 1,0% , mas se o efeito desejado for dar coloração à pele, a concentração deve ir de 3,0 a 5,0%.

continuar lendo

Mirtilo

Antioxidante, prevenção da neurodegeneração e defeitos cognitivos, doenças cardiovasculares, câncer, antidiabético e melhora na acuidade visual. Entre os antioxidantes presentes nas frutas e vegetais, os mais ativos e frequentemente encontrados são os compostos fenólicos, tais como os ácidos fenólicos e flavonoides. A eles são atribuídas à capacidade de sequestrar os radicais livres, devido às propriedades de óxido- redução, desempenhando importante papel na eliminação e desativação desses radicais. O mirtilo apresenta em sua composição alta concentração desses compostos fenólicos, sendo superior a maioria das frutas. Estudos epidemiológicos e in vitro sugerem que o mirtilo ajuda a manter a saúde e atua como obstáculo aos efeitos do envelhecimento, particularmente com respeito à neurodegeneração e defeitos cognitivos. Há ainda evidências de sua atuação na prevenção de doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer. Muitos dos efeitos benéficos parecem estar relacionados às propriedades antioxidantes dos compostos fenólicos presentes na fruta. Estudos mais recentes têm sugerido que os mirtilos possam conferir proteção contra doenças cardiovasculares, ter propriedades antidiabéticas e contribuir para melhorar a acuidade visual. Todos estes efeitos benéficos na saúde parecem estar pelo menos em parte, associados com o elevado teor em polifenóis que estes frutos apresentam.

continuar lendo
CARRINHO
CARREGANDO...
Ajuda